Nosso blog

Uma visão sobre tendências tecnológicas no varejo

Os varejistas enfrentam desafios sem precedentes como resultado da dinâmica da indústria e da revolução tecnológica. A internet introduziu enorme pressão do lado da oferta. Isso pressiona as margens e força os varejistas a procurarem novas formas para aumentar vendas e reduzir custos. Os consumidores aumentaram suas expectativas na proporção em que consomem cada vez mais tecnologias digitais no seu dia-a-dia.

Este setor deve repensar o modelo de negócio, alargando as suas fronteiras e transformando progressivamente em "negócios digitais". Isto significa atender a um conjunto de tendências e fazer os investimentos certos em tecnologia: varejistas que coloquem o cliente no centro da experiência; tenham foco em vender resultados; potenciem as plataformas digitais e embutam "inteligência" no negócio estarão em condições de atingir a liderança nesta nova era digital.


Ilustração do futuro do varejo


" Internet of me" - Combinar as preferências e hábitos do cliente com informação de contexto para entregar experiências personalizadas é só o princípio.

"Economia de resultados" - Cada vez mais estão à disposição dos varejistas um conjunto de tecnologia e dispositivos (beacons*, quiosques, mensagens baseadas em contexto, apple TV, ...) que, quando devidamente conectados e parte de uma solução integrada, elevam a experiência em loja e em casa com ganhos nas vendas e fidelização dos clientes.

* Conheça a solução blutip da Go2web, um sistema que conecta lojistas e consumidores via bluetooth e push notification. Basta o usuário baixar o app para receber dicas rápidas e baseadas em seus gostos e interesses. Sem enrolação e bem ali, na tela do smartphone.

(R)evolução das plataformas - Empresas não tecnológicas estão evoluindo seus produtos e serviços integrando-os em novas plataformas digitais. Para liderar esta tendência, os varejistas vão passar da posição de consumidores para fornecedores de plataformas. A "digitalização" dos seus ativos (lojas, logística, informação de clientes, ...) e o estabelecimento de ecossistemas permitem desenhar novas formas de entregar serviços de valor agregado e estreitar a relação com os clientes, gerando novas fontes de receita.

Organização inteligente - Através de tecnologias adequadas de big data e data mining, os varejistas conseguem processar este grande volume de informação e gerar conhecimento para suportar as suas decisões sobre clientes, produtos, concorrentes e mercados, com aumento de eficiência operacional, aceleração da inovação e serviço de excelência ao cliente.

Reinventar a força de trabalho - Destacam-se neste contexto tecnologias que facilitam o self-service do cliente, a utilização de dispositivos tecnológicos (wearables) que melhoram a produtividade dos trabalhadores, e a automação das cadeias de abastecimento com a utilização de robôs e outras tecnologias.

comentários via Disqus