Nosso blog

Será o fim do Google+? Divisão em seções sinaliza grandes mudanças

A partir de agora, o executivo Bradley Horowitz vai liderar o Photos and Streams, uma área recém-criada que curiosamente não menciona o Google+

O ex-diretor do Google+, Vic Gundotra, deixou a empresa há quase um ano, e a rede da gigante de buscas nunca mais foi a mesma desde então. Parece que teremos mais grandes mudanças pela frente: o VP de produto da plataforma, Bradley Horowitz, agora vai liderar o Photos and Streams, uma área recém-criada que curiosamente não menciona o Google+.

Isso não significa que a rede está desaparecendo. O VP sênior de produtos do Google, Sundar Pichai, falou sobre o futuro do Google+ durante essa segunda-feira, 2/3, no Mobile World Congress, em Barcelona.

"O Google+ sempre foi duas coisas: um stream e uma camada social", disse. "O stream possui uma comunidade apaixonada de usuários, mas o segundo objetivo era maior para nós. Estamos em um ponto em que coisas como fotos e comunicações são muito importantes. Estamos nos reorganizando em torno disso."

Fotos na frente

As fotos estão no centro do Google+, e a empresa vem enfatizando isso com updates regulares de produto que facilitam a edição, o compartilhamento e o backup de fotos com o serviço. Essas ferramentas ajudaram o Google+ a criar um nicho quando a rede estava combatendo uma reputação de ser apenas mais um rival do Facebook.

O Google surpreendeu quem acompanha o mercado ao deixar de lado Horowitz, que ajudou a criar o Google+, para promover o VP de engenharia David Besbris quando Gundotra saiu. Ainda não está clara a razão para Besbris ter saído, mas Horowitz confirmou neste domingo, 1/3, que agora está à frente do que quer que o Google+ vai virar.

comentários via Disqus