Nosso blog

O que é Growth Hacking?

Depois do lançamento de um produto digital, uma das maiores dificuldades encontradas pode ser manter um ritmo estável de crescimento. Se você já tem um produto no ar, significa que o primeiro passo (ter uma ideia inovadora) já foi completado. O segundo passo, desenvolver a primeira versão, também.
Agora suas maiores dificuldades serão botar seu produto nos moldes do mercado e atrair pessoas para experimentar o que você tem a oferecer. Você precisa de usuários.

É nesse cenário que aparece o Growth Hacking, uma mistura de marketing digital com criatividade e otimização do produto para criar uma estratégia completamente voltada para aumentar sua base de usuários.

Growth Hacking
O Growth Hacking é uma abordagem nova, exclusivamente digital, para atingir o mercado e disseminar ideias. Diferente do marketing tradicional, essa estratégia envolve um entendimento apurado de hábitos, comportamento e tendências.
No Growth Hacking, as mensagens persuasivas são inseridas e percebidas de forma natural na rotina do usuário. São espalhadas em lugares comuns, como no feed das redes sociais, fluxo de troca de emails ou até em outros produtos que já existem e são amplamente utilizados pelo seu público alvo.

Growth Hacker
Growth Hacker é um profissional com o objetivo de fazer crescer o número de usuários de um produto ou serviço. Com metodologia e escala, o Growth Hacker aumenta as métricas de conversão.
Growth Hacker não é um substituto de um profissional de marketing. Muitas pessoas acreditam que o crescimento do número de usuários seja uma função do marketing, mas podemos encontrar exemplos que aumentam as vendas de outras formas.


Growth Hacker
As muitas características de um Growth Hacker


"Um Growth Hacker é uma pessoa cujo norte verdadeiro é crescimento".
Cada decisão que um Growth Hacker faz é focada no crescimento. Toda estratégia, cada tática e cada iniciativa buscam o crescimento. É claro, o marketing tradicional também se preocupa com o crescimento.
A responsabilidade de um Growth Hacker é estar em foco obsessivo em um objetivo singular. Ao ignorar quase tudo, coisa que o marketing não faz, eles podem alcançar a tarefa que mais importa, crescer.
A internet tem dado ao mundo um novo tipo de produto e exige um novo tipo de pensamento.
Pela primeira vez, devido a esta redefinição, um produto pode desempenhar um papel diferente. O Facebook permite que você compartilhe o seu produto com outros amigos para fazer sua própria experiência em sua plataforma. O DropBox pode dar armazenamento na nuvem de graça se você chegar a um amigo e pedir para ele se inscrever no site.

O que o "Hacker" em Growth Hacking significa?
O termo Hacker sempre foi conhecido por ser um invasor de redes de computadores ou um criminoso virtual. Porém, esta crença é diferente. Hacker é por muitas vezes utilizado para se referir a alguém que é inteligente ou original. Hacker é o indivíduo que fará de tudo para buscar conhecimento.
Eles vão usar o que estiver ao seu alcance para criar uma solução que poderia ter sido ignorado pelos outros. Esta mesma atitude é encontrada em um Growth Hacker, porque eles são forçados a serem críticos com seus resultados e crescimentos.

Você pode ser um Growth Hacker?
Sim. Caso tenha a capacidade de assumir a responsabilidade pelo crescimento de um negócio. O Growth Hacker tem o objetivo de conectar o seu mercado-alvo com o produto ou serviço do seu negócio. Para isso é necessário encontrar caminhos para o crescimento que não são evidentes e é preciso extrema criatividade para encontrá-los.
Para ter êxito, é essencial ter muita disciplina para seguir com um processo de priorização de ideias, com testes e análises o suficiente para decidir quais canais e meios estão apresentando os melhores resultados para serem mantidos, repetidos e escaláveis, visando sempre o crescimento do negócio.
Os produtos são agora tecnologia, e dominar tudo isso é essencial para o crescimento.
Portanto, este é um conceito que traduz uma maneira dinâmica e inteligente de ter ideias e soluções para crescimento de produtos, marcas e experiências com usuários por meio de gestão inovadora de dados e tecnologia no ambiente digital.

Growth Hacking na prática
AIRBNB
O Airbnb permite que qualquer pessoa alugue quartos ou casas para estranhos e terceiros. É uma ideia incrível, a execução é fantástica mas Growth Hacking foi o que literalmente colocaram eles no mapa. Imagina no início como era difícil fazer/pegar a proposta.
A grande jogada foi quando um engenheiro percebeu o que ninguém até aquele momento havia feito: existia, de fato, um jeito de beneficiar seus serviços frente a concorrência fazendo uma integração (que parecia impossível) com a Craigslist, pois eles não tinham uma API aberta para integrações.
Craigslist é uma rede de comunidades online mantenedora de anúncios gratuitos e diversificados e com muitos usuários. Desta forma, estes eram facilmente 'desviados' para o Airbnb com frequência todas as vezes que eram abordados por este tipo de publicidade.
1. Primeiro, Airbnb fez algo que um profissional do marketing tradicional não teria tempo para fazer, muito menos a execução. Um profissional de marketing formado, não está aprendendo a usar as melhores ferramentas, ou mesmo a estrutura conceitual, para chegar neste resultado.
2. Em segundo lugar, Airbnb usa seu produto como principal meio de distribuição. A integração com o Craigslist não foi algo externo. O produto dirigiu o tráfego para si mesmo.
Na verdade, parece que Craigslist tinha vulnerabilidade que permitiam essa integração. Agora há uma FAQ no site do Airbnb dizendo que eles não podem postar em Craigslist. Isto serve como uma grande lição para Growth Hacking. A maioria dos mecanismos de crescimento tem uma vida útil limitada.

LINKEDIN
A rede social para fins profissionais conseguiu decolar de dois milhões para 200 milhões de usuários adicionando uma funcionalidade simples: permitiu que os usuários pudessem criar perfis públicos.O Google e outros mecanismos de busca passaram a indexar essas páginas e, consequentemente, a visibilidade do LinkedIn aumentou.

Algumas ferramentas utilizadas por um Growth Hacker
- Aquisições virais, através do compartilhamento de conteúdo dos usuários existentes para os novos;
- Aquisições pagas, com estratégias de SEM (search engine marketing), Links patrocinados (Google adswords, Facebook Ads), anúncios na TV, celulares, rádios, marketing de afiliados, entre outros;
- E-mail Marketing, estratégia de relacionamento utilizada para conversão de novos consumidores e motivação para gastarem mais com o seu negócio;
- SEO (otimização em sites de buscas), efetivamente utilizado para construir uma infraestrutura escaláveis a inúmeras páginas, ao invés da seleção tradicional de uma pequena quantidade de palavras-chaves;
- Marketing de conteúdo (content marketing), através de posts em blogs, infográficos e vídeos virais, aumentam a visibilidade da marca e o tráfego para o site, convertendo visitantes em consumidores;

Considerações finais
- Profissionais de marketing são importantes, mas no início de uma startup você precisa de alguém com um foco mais estreito em crescimento.
- Os produtos da internet produzem uma nova maneira de pensar sobre crescimento.
- Canais de distribuição estão sendo redesenhados, e aqueles que compreendem o caminho das pessoas na internet terá controle sobre onde eles caminham.
- Growth Hacking, usando seu conhecimento de produto e distribuição, busca e engenharia, caminha para o crescimento que às vezes trabalha com os limites do que é esperado ou aconselhado.
- Airbnb é um grande exemplo de uma empresa que incorpora Growth Hacking.
- Growth Hacking nos mostra uma tendência que vai se infiltrar mais do que o departamento de marketing.
- Growth Hacking é encontrado principalmente em startups, mas acabará sendo encontrada em organizações maiores.
Resumindo, o profissional de Growth Hacking é a ligação entre o marketing e o desenvolvimento do produto, fazendo mais com menos.

comentários via Disqus