Nosso blog

Comissão Europeia pode realizar investigação antitruste contra serviço de streaming de música da Apple

Já faz algum tempo que surgiram informações sobre a vontade da Apple de relançar o serviço de streaming Beats, e assim integrar as ferramentas atuais da companhia. Há pouco surgiram rumores indicando que a companhia pode lançar o novo serviço em breve; o lançamento realmente estava previsto para 2015.

Primeiro a companhia estava tentando fazer um serviço que custasse apenas US$ 5 por mês, mas o plano foi abandonado e estimativa do preço aumentou para US$ 7.99, já que as produtoras musicais não aceitaram um acordo com a companhia. Atualmente a Google Play Music já oferece o pacote "All Access" por US$ 7.99, e a concorrência continua aumento, ainda mais depois das revelações do Tidal.

Parecia que não poderia ficar pior para a Apple, mas ficou. De acordo com o London Financial Times, a Comissão Europeia está considerando lançar uma investigação antitruste contra o serviço da Maçã. Aparentemente a Comissão fez contato com diversas produtoras e questionou sobre os acordos que a Apple está tentando fazer.

O órgão europeu também contatou a empresa de Steve Jobs, e revelou que está preocupado com a influência que a Maçã pode usar para persuadir que as produtoras musicais abandonem grandes serviços de streaming com versões gratuitas, como o Spotify.

O Financial Times ainda indica que a investigação começou logo após um serviço de streaming de música existente no mercado realizar uma reclamação oficial contra a Apple. É interessante que esse caso é semelhante ao problema dos ebooks, que a companhia passou há algum tempo e acabou sendo considerada inocente.

É esperado que a Apple prepare o relançamento do serviço na WWDC, evento da empresa para desenvolvedores. Rumores indicam que a ferramenta será lançada junto com a atualização do iOS 8.4, já os usuários de computador poderão acessá-lo com o update do iTunes.

comentários via Disqus