Nosso blog

Redes Sociais na Era da Imagem

Uma imagem vale mais do que mil palavras? No que depender dos usuários de redes sociais, a resposta é sim!

É unanimidade entre os teóricos que estamos vivendo uma era em que a imagem reina absoluta. A grande novidade é que as redes sociais estão (com um pouco de atraso?) mergulhando de cabeça nesta realidade.

O sucesso do Instagram e sua recente compra pelo Facebook - que foi tema do último post do blog - é o melhor exemplo. Uma tendência, por exemplo, é as pessoas deixarem de escrever no Twitter e simplesmente colocarem fotos via Instagram. Como já dizia vovó, "uma imagem vale mais que mil palavras (no nosso caso, 140 caracteres!)".

No Facebook isso também já está acontecendo. Faça o teste: dê uma olhada na sua timeline neste exato momento. Há muito mais posts com imagens do que com textos, acertei?

Alguns dos motivos que explicam o fato: ascensão de uma classe média que pode comprar (e compra!) celulares com uma câmera de melhor qualidade, muitas vezes melhores até do que nossas primeiras máquinas digitais; possibilidade de tratar e editar fotos pelo próprio celular, por meio de inúmeros aplicativos.

O próprio Instagram e o também já sucesso Hipstamatic são bons exemplos. Eles permitem dar um ar retrô nas fotos usando filtros e bordas. Esta experiência estética virou moda e todo mundo quer. Vale a pena dar uma olhada no trabalho do Jorge Brivilati, que fez um site focado em fotos suas tiradas e editadas no celular.

Quem também está bombando é o Pinterest. Mais que uma modinha, a rede social virou assunto sério em empresas e vem sendo considerado uma excelente fonte de tráfego para sites e-commerce, redirecionando usuários para lojas de roupas on-line. Em tempo: o Pinterest já ultrapassou em números de acessos grandes como LinkedIn, Google+ e Tumblr.

Estas imagens, como já foi dito, vem seguindo uma linha estética bastante parecida, moda hipster para alguns, too mainstream para outros. Mas não podemos considerar que haja uma linguagem já construída. Se tudo isso pode ser considerado fotografia e muito menos quanto tempo durará esta forma de expressão.

Demorou, mais as redes sociais estão na era da imagem. Cabe a nós, usuários, evitar os exageros da superexposição ou da supervalorização de um determinado padrão de beleza. Tão pouco devemos achar que palavras já não valem nada.

Aqueles que diziam "140 caracteres hoje, 40 amanhã, 0 depois de manhã" devem estar rindo diante da profecia que se cumpre. Mas como o futuro, se tratando em redes sociais é incerto, vamos apenas acompanhar e, porque não, fotografar!

Fontes: Brainstorm9, TechTudo.

comentários via Disqus