Nosso blog

Quase metade dos programadores são autodidatas

48% de inquiridos nunca obteve uma licenciatura em ciências informáticas.

Um diploma universitário em ciências informáticas não é necessariamente preciso para chegar ao desenvolvimento de software. Quase metade dos programadores nunca recebeu um diploma nessa disciplina, de acordo com um inquérito da Stack Overflow, que entrevistou mais de 26 mil pessoas em 157 países em Fevereiro passado.


Gráfico com resultado da pesquisa feita pela Stack Overflow


O Stack Overflow Developer Survey 2015, cujos resultados foram divulgados esta semana, constatou que 41,9% dos entrevistados se descrevem como "autodidata", mas mais de 56% tinha formação acadêmica nas áreas da computação. A formação laboral representa 36,7% da educação dos programadores, enquanto 17,8% citaram aulas online.

"Há muitas maneiras de aprender como programar. 48% dos inquiridos nunca recebeu uma licenciatura em ciências da computação, 33% nunca fez um curso universitário em ciências da computação", diz o estudo. "Os administradores de sistemas são os mais susceptíveis a serem autodidacta (52%). Os programadores de serviços de nível empresarial são mais propensos a ter uma certificação da indústria (13%)".

Dos 26.086 participantes, 6.800 identificaram-se como programadores "full-stack", enquanto 1.900 se consideram programadores móveis, 1.200 programadores "front-end" e 12 mil apresentaram-se com outro cargo. Dois disseram ser agricultores.

As tecnologias mais utilizadas citadas na pesquisa incluem JavaScript, SQL, Java, C# e PHP, enquanto o Node.js e o AngularJS estão a despontar.

O campo da programação está a envelhecer rapidamente. "Apenas cerca de 25% dos programadores em todo o mundo tem mais de 10 anos de experiência. A maioria desses veteranos estão provavelmente a programar profissionalmente há muito menos tempo do que isso".

Outros dados indicam que a idade média de um programador é de 28,9 anos - 31,6 anos nos Estados Unidos, enquanto na Índia baixa para os 25 anos.

Em termos de salários e tecnologias nos Estados Unidos, o Objective-C lidera com os especialistas nesta linguagem de programação a obterem 98.828 dólares por ano. É seguida pelo Node.js (96.539 dólares), C# (94.280 dólares), C++ (91.379) e SQL (91.431 dólares).

comentários via Disqus