Nosso blog

Por que as empresas devem monitorar redes sociais?

Enquanto a TV levou 13 anos para alcançar 50 milhões de telespectadores, o Facebook conseguiu a incrível marca de 100 milhões de usuários em apenas nove meses.

Em meados de 2008 o IBOPE publicou um estudo inédito sobre o impacto de campanhas online com origem em redes sociais. Segundo o instituto, uma campanha partindo de um blog ou rede social pode ter um impacto até 500 vezes maior do que se a origem fosse o site da própria empresa. O estudo ainda informou que, na época, cerca de 20 milhões de brasileiros faziam uso das redes sociais. Esse número representa cerca de 90% do total de internautas brasileiros.


Comparado às outras mídias, as redes sociais são uma verdadeira revolução na comunicação mundial. Enquanto a TV levou 13 anos para alcançar 50 milhões de telespectadores, o Facebook conseguiu a incrível marca de 100 milhões de usuários em apenas nove meses.

Diante desses números, empresas e marcas estão tentando encontrar a melhor maneira de monitorar redes sociais. Saber o que falam sobre sua marca pode ter um papel decisivo na estratégia de publicidade de sua empresa. Enquanto o modelo tradicional de um site tem pouco espaço para interação, nas redes sociais a comunicação é instantânea. E monitorar é preciso!

Como monitorar redes sociais?



Os modelos de rede social são tão distintos quanto suas ferramentas. Não existe (ainda) uma ferramenta única que possibilite a monitoração de todos os tipos de rede. A maneira mais fácil de começar é utilizando a própria busca das redes. Na busca do Orkut, por exemplo, é possível identificar, em apenas uma consulta, usuários, comunidades e tópicos de discussão sobre qualquer assunto buscado. Um termômetro muito comum de aceitação de uma marca pode ser a quantidade de comunidades do tipo "eu amo" ou "eu odeio".

Os blogs, por serem facilmente rastreados pelos buscadores, também são termômetro importante sobre a opinião da audiência sobre determinada marca ou assunto. E o Google possui uma busca específica para busca em blogs. Os microblogs, como o twitter, também são indexados pelo Google, mas existem buscadores como o Scoopler, que são dedicados à monitoração de qualquer termo em tempo real, principalmente no twitter.

Mais importante do que monitorar sua marca nas redes sociais é saber o que fazer com as informações colhidas. Os dados podem e devem ser usados em todas as etapas da campanha. No planejamento, para identificar pontos fortes e fracos, durante a campanha e depois, para medir o impacto e os resultados da ação.

comentários via Disqus