Nosso blog

Pesquisa mostra como anda o serviço de frete no e-commerce no Brasil

Um estudo inédito feito pela Axado, empresa de TI que atua na gestão de fretes para o e-commerce, inclui dados de plataformas e transportadoras sobre preferências e tecnologias utilizadas na gestão do comércio eletrônico.




A preocupação dos consumidores está ligada à forma e segurança que seu produto comprado na internet será entregue em suas casas. Monitoramento, valor e prazo de um frete são sempre importantes para o cliente.

De acordo com a pesquisa, ao todo, 93% dos e-commerces brasileiros utilizam os serviços dos Correios para entregar seus produtos, enquanto 35% também utilizam transportadora privada e apenas 13% contam com frota própria. Nos Correios, o serviço mais utilizado é o PAC (89%), seguido pelo Sedex (84%) e pelo e-Sedex (49%).


Gateway de fretes

Outro dado revelado na pesquisa é o nível de integração das plataformas do país a um gateway de fretes, que permite ao lojista implementar diversas tabelas de frete e oferecer as melhores opções aos clientes, como campanhas de entrega grátis, o que atrai mais clientes.

Das 40 maiores plataformas em operação no Brasil, 30% estão integradas a um gateway de fretes e 17,5% integram mediante pagamento pelo serviço, enquanto a maioria, 52,5%, apenas calcula internamente o frete.

Segundo Guilherme Reitz, diretor executivo da Axado, "Esta parcela importante que utiliza outras transportadoras mostra preocupação em ter uma estratégia para a gestão de fretes. Isso ajuda a reduzir custos e aumenta a qualidade dos serviços prestados".

comentários via Disqus