Nosso blog

Os dilemas enfrentados na hora de escolher a profissão

O processo e a pressão para escolher o que ser quando crescer começa cedo, por volta dos 15 anos. O jovem além de sofrer pressão dos amigos, professores e da mídia, ainda sofrem pressão da família.


menino pensando nas profissões

Definir o que fazer da sua vida pelos próximos 50 anos pode ser enlouquecedor, ainda mais para o jovem que além de estar mais focado na sua juventude, se depara com uma quantidade enorme de profissões.

Normalmente, com a ajuda de técnicas e orientadores os adolescentes conseguem decidir melhor o caminho a trilhar, mas na maioria dos casos a escolha está relacionada com a emoção, avaliando o que um familiar ou amigo da família fazem, ou pelo desejo de ter a mesma vida boa de alguém que ganha muito dinheiro. A escolha então não está relacionada com a razão.

Em vez de ter essa avaliação como foco, o melhor é começar por eliminar o que não gosta de fazer. Nesse caminho, descubra o que te dá prazer e verifique se você têm competência para trabalhar com isso.

Há algumas profissões que são melhor remuneradas que outras e você sempre encontrará alguém ganhando muito para fazer algo que paga pouco. O importante é focar em executar as tarefas com prazer e qualidade, pois o ganhar bem está diretamente ligado a isso.


Texto adaptado de Alberto Marcelo Parada.

comentários via Disqus