Nosso blog

Olhando a cultura do YouTube de perto

A Nação dos criadores de vídeo no YouTube, os fãs e as empresas dedicadas ao submundo de fazer vídeo on-line, fizeram da VidCon uma conferência como nenhuma outra. A CEO do YouTube Susan Wojcicki, diz que a plataforma está sendo "refeita de uma forma nunca feita antes."

Matt Kapko
Wojcicki, ceo do youtube, dando palestra

VidCon foi como um curso intensivo na cultura moderna do pop hoje em dia. Na quad fora do salão principal havia um exército de adolescentes gritando e correndo atrás das estrelas do YouTube. Algumas das estrelas e seus respectivos mobs eram grandes o suficiente para exigir escoltas de segurança.

Mas no andar de cima e em outros lugares deste evento, com vista para toda aquela excitação, o clima era completamente diferente. Talvez mais reservado, mas especialmente mais velhos. Do lado de fora e nos níveis inferiores do local, pré-adolescentes estavam em desvantagem em relação aos adultos em pelo menos 20 vezes.

Qualquer usuário pode mostrar seu amor por qualquer criador ao dar qualquer valor em dólar entre US$1 e US$500, e tudo isso acontece enquanto permanecem no YouTube


"Muita gente me preparou para o que eu iria ver", diz a CEO do YouTube Susan Wojcicki em sua palestra. Mas, "nada realmente prepara você para estar aqui na vida real."


Negócios no andar de cima, festa no andar debaixo

A nação de criadores, fãs e empresas dedicadas ao submundo de vídeo on-line para fazer uma conferência como nenhuma outra. A excitação e a energia era tão palpável como ensurdecedor.

Como co-criador do VidCon John Green introduziu Wojcicki ao palco, ele reiterou um ponto que seu irmão e o co-criador da VidCon Hank Green falaram mais cedo naquele dia: "O YouTube é a única rede social que paga dinheiro a você."

É um ponto simples, porém de diferenciação que define a alta expectativa para o primeiro discurso de Wojcicki apenas cinco meses em sua nova posição. O YouTube está lançando novas mecânicas que ajudam os criadores a envolver um público maior e mais global, construir empresas mais bem-sucedidas e simplificar a gestão e criação de vídeo.

Tomando o palco do VidCon em um traje casual e adequado - uma t-shirt do YouTube e um jeans - Wojcicki anunciou uma série de atualizações e novas funcionalidades para os criadores e fãs no YouTube. Sua palestra focou em três principais formas que o YouTube quer abordar alguns dos seus desafios.

"Toda a plataforma está sendo refeita de uma forma nunca feita antes", ela diz ao público.


Tradução de crowd-source e Financiamento

Com mais de um bilhão de pessoas que chegam ao YouTube a cada mês, os muitos 60% dos usuários vêm geralmente de fora do país de origem do criador, diz ela. O YouTube quer superar essas barreiras linguísticas com um novo trabalho de tradução crowd-sourced que chama de "legendas de fãs."

"Nossa meta é que cada vídeo enviado para o YouTube esteja disponível em todas as línguas", diz Wojcicki.

O YouTube também está lançando novos cartões interativos que apontam diretamente para as campanhas de crowd-funding dos criadores e uma tip-jar virtual chamada de "financiamento de fãs."

"Qualquer usuário pode mostrar seu amor por qualquer criador depositando qualquer valor em dólar entre US$1 e US$500, e tudo isso acontece enquanto permanecem no YouTube", diz Wojcicki.


Gestão do YouTube finalmente chega ao mobile

"Estamos também desenvolvendo um aplicativo móvel para acessar seu analytics e gerenciamento de canais de qualquer lugar e em qualquer dispositivo", diz ela. O novo YouTube Creator Studio irá permitir que criadores e editores vejam as métricas em tempo real, responda aos comentários e faça edições rápidas.

Em breve, criadores também serão capazes de filmar e fazer o upload de seus vídeos até 60 quadros por segundo, permitindo uma experiência de visualização mais suave e fresca. Por fim, o YouTube pretende reforçar a sua biblioteca de sons com 7.500 novas músicas e efeitos sonoros royalty-free - sons de peido para efeito cômico e tudo.

Wojcicki, que tem uma história como uma das primeiras funcionárias do Google, diz que está focada em trazer mais receita para o ecossistema do YouTube e quer ajudar mais pessoas a conhecer criadores e fãs do YouTube através de promoções em larga escala.

"É tudo de vocês que faz a plataforma um lugar incrível e excitante para se estar", ela diz ao público de criadores de conteúdo. "É um pouco estranho eu estar no palco...Vocês são as verdadeiras estrelas."

O YouTube nem sempre fez o bem por seus usuários, mas com sangue novo no comando há um sentido coletivo de esperança de que as coisas estão mudando para melhor. Wojcicki decidiu abraçar essas queixas, literalmente, quando ela terminou sua palestra com uma versão abreviada da sátira Barely Political's feita na mesa de queixa do YouTube. O vídeo completo de 8 minutos já foi visto 3,7 milhões de vezes ao longo dos últimos três dias.




Por Matt Kapko

comentários via Disqus