Nosso blog

Maturidade na infraestutura de TI nas grandes empresas brasileiras é baixa

Pesquisa revela que o nível de maturidade de infraestrutura de TI nas grandes empresas no Brasil é baixo.

Segundo a revista Exame, o estudo Brazil Infraestructure Maturity X-Ray, realizado pela Accenture em parceria com o IDC, contou com a participação de 150 grandes empresas, com mais de mil funcionários, de diversas áreas como serviços financeiros, telecomunicações, governo e comércio.

Foi feita a análise de oito áreas consideradas chaves de TI nas empresas, e as consultorias calcularam um índice para este ano que ficou em 2,4 na escala de 0 a 5. O resultado ficou abaixo da meta, que seria 3.

As áreas de TI Verde e Datacenter (índice 2,3), Segurança (índice 2,3) e Operações de TI (Delivery, índice 2,2) apresentaram um nível de maturidade abaixo da média geral (2,4).
Ficaram com um índice igual ou acima da média as áreas de Redes (2,6), Mobilidade (2,5), Investimentos de TI (2,9), Operações de TI - Suporte aos Serviços (2,4) e Operações de TI - Governança (2,4).

Na área de TI Verde e Datacenter, os processos que estão com índice de maturidade abaixo da média são a racionalização geral da infraestrutura física (2,1), documentação do ciclo de vida das aplicações (2,0), seleção de provedores de TI conforme responsabilidade ambiental (1,7) e virtualização das estações de trabalho (1,5). Na visão dos consultores da Accenture, o estudo mostra que a TI Verde ainda não está na agenda da TI no Brasil.

Em Segurança, os processos que tiveram uma média abaixo da média da área foram os serviços de log (2,1) e modelo de autenticação para acesso aos sistemas (1,6).

Na área de Delivery, os processos que precisam melhorar são auditoria/testes de continuidade (1,8), requisitos para análise de disponibilidade/impacto (2,0), melhoria contínua da gestão de capacidade (2,1) e modelo de gestão de capacidade (2,1).

comentários via Disqus