Nosso blog

Internet sob alerta: vírus bloqueia dados e pede resgate

JORGE LUIZ*
Além de companhias (Vodafone, KPMG, Telefonica e Portugal Telecom), o serviço de saúde britânico NHS também foi atingido por criminosos virtuais, de acordo com informações da agência Reuters. Ainda segundo a agência, o sistema de saúde do Reino Unido está respondendo aos ataques e, por conta dessa situação, diversos hospitais ao redor do país cancelaram consultas e atendimentos.



Observe o tempo que resta para pagar o resgate e para os seus dados serem perdidos


Hoje tivemos uma nova onda de vírus do tipo "ransom" na qual pede dinheiro para liberar o computador para uso novamente. Vimos que em meados de abril ocorreram vazamentos de ferramentas liberadas por um grupo de hackers chamados de "The Shadow Brokers", que alegam ter roubado ferramentas de hacking criadas pela NSA (National Security Agency), a microsoft diz ter resolvido boa parte desses "exploits" utilizados por algumas dessas ferramentas (neste link https://technet.microsoft.com/en-us/library/security/ms17-010.aspx).

No Brasil, os ciberataques levaram algumas grandes empresas e órgãos públicos a tirarem sites do ar citando "medidas de prevenção":

- Petrobras
- Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em todo o Brasil
- Tribunal da Justiça de São Paulo, Sergipe e Rio Grande do Norte
- Ministério Público de São Paulo



Observe o tempo que resta para pagar o resgate e para os seus dados serem perdidos




Como funciona este vírus ?

Os criminosos infectam as máquinas e demandam um resgate para "liberar" os dados bloqueados. Alguns relatos dão conta de que os malwares estão cobrando US$ 300 em bitcoins (moeda virtual) para liberar cada um dos computadores sequestrados.

A recomendação é que o resgate não seja pago, visto que não existe nenhuma garantia de que isto iria liberar o uso do computador novamente. Além disso, dada a grandeza do ataque, a expectativa é que em breve uma solução seja encontrada.

Jorge Luiz é Desenvolvedor Web na Go2web

comentários via Disqus