Nosso blog

Estados Unidos criam o "Twitter" cubano

Financiado por bancos estrangeiros, o projeto apelidado de "ZunZuneo" (fazendo referência ao som de um beija-flor cubano), durou mais de dois anos.


Bandeira de Cuba com um beija-flor ao lado



Governo dos Estados Unidos participou da criação de um "Twitter" cubano, uma rede de microblog gerada para atrair os jovens e causar dissensão política ao governo comunista.

Desenvolvido por empresas de fachada, financiadas por bancos estrangeiros, o projeto apelidado de "ZunZuneo" (fazendo referência ao som de um beija-flor cubano), durou mais de dois anos depois de entrar no ar em 2009 e atraiu 40 mil usuários.

A rede social foi capaz de burlar as restrições que o governo cubano impôs ao acesso à internet no país, mas deixou de funcionar em setembro de 2012, quando acabou o subsídio do governo.

Documentos mostram que os usuários não estavam nem cientes de que o "Twitter" cubano havia sido criado por uma agência dos EUA ligada ao Departamento de Estado, nem que os americanos coletavam informações pessoais sobre eles, com objetivo de um dia utilizá-las para fins políticos.

Ainda segundo a agência, não está claro se o projeto é legal sob o ponto de vista das leis americanas.

comentários via Disqus